HORROR! ELA NÃO OUVIU O ALERTA DA POLÍCIA E QUANDO SE DEU CONTA DO QUE FEZ COM A FILHA, JÁ ERA TARDE DEMAIS




Já ouviu falar do #DesafioDaMaternidade que está acontecendo no facebook? Se não, preste muita atenção nesta matéria, pois esse é um alerta importantíssimo para todos os pais - a segurança dos seus filhos é uma das suas principais obrigações.







Era um dia quente de verão. Em uma piscina pública, uma mãe tira uma foto da sua filha para compartilhá-la no Facebook e contribuir com o "Desafio da Maternidade", onde mães orgulhosas exibem fotos de seus filhos. Essa mãe aceitou o desafio e postou a foto da sua filha de biquíni - o resultado disso poderia ter sido evitado, se a mãe tivesse escutado os avisos constantes sobre essa atitude.

Mais tarde investigadores encontraram a foto da filha dela em sites de pedofilia - infelizmente existem pessoas, ao redor de todo planeta, que vasculham as redes sociais com o único propósito de encontrar fotos de crianças e divulgá-las em sites desse tipo. Essa mãe facilitou o trabalho dos criminosos, pois as fotos de sua filha estavam no Facebook para todos verem. O "Desafio da Maternidade" se tornou o principal motivo para se falar sobre privacidade infantil na internet.

A polícia e os órgãos de defesa dos direitos infantis do mundo todo estão alertando os pais a não publicarem fotos de seus filhos nas redes sociais. Entenda os riscos que você pode correr ao fazer isso:

1. Morphing: nessa prática, criminosos copiam fotos retiradas da internet e fazem uma montagem fotográfica com conteúdo pornográfico. Imagine descobrir uma montagem dessa com uma foto de seu filho?

2. As fotos vão parar diretamente nas mãos de perseguidores, criminosos e pedófilos. Estranhos podem ter livre acesso e utilizarem essas fotos, assim como descobrir onde a criança e sua família moram.

3. As fotos dão um mau exemplo de proteção de dados. Os pais estão consentindo que a privacidade delas seja exposta na internet.

4. As fotos podem levar, em efeito cascata, ao bullying.

Muitos países debatem a possibilidade de restringirem as leis de proteção de dados para protegerem melhor a privacidade das crianças. A França, por exemplo, é modelo nesse assunto - a publicação de fotos sem consentimento da pessoa é passível de uma multa de, aproximadamente, R$ 177.000,00 ou um ano de cadeia.


Além disso, outra questão muito debatida é: crianças devem ter acesso às redes sociais?

O assédio a menores em redes sociais ocorre em tempo integral. Uma pesquisa feita pela revista ÉPOCA, revelou que são poucos os pais que impõem regras de uso da internet para seus filhos. O estudo, realizada pela consultoria Officina Sophia, ouviu 1.000 crianças, entre 7 e 12 anos, que usam a internet, em diferentes capitais brasileiras. Do total, 65% disseram não ter regras ou tempo determinado para acessar a internet.

Liliane Ferrari, consultora de mídias sociais, já trabalhou com marcas de roupas infantis e revelou que ficou chocada ao analisar os dados de tráfego nos sites dessas marcas. "Durante a madrugada, crescia o acesso às páginas que mostravam crianças em roupa de banho ou pijama. As pessoas chegavam a essas páginas buscando no Google expressões impronunciáveis."

Segundo a advogada e pedagoga Cristina Sleiman, consultora do Colégio Bandeirantes, em São Paulo, regularmente ela atende em seu escritório pais cujos filhos foram assediados em redes sociais. Ela explica que uma tática comum dos criminosos é descobrir, pela própria rede social, o nome dos pais do menor. Depois exigem que a vítima envie fotos sem roupa, sob ameaça de matar seus pais. "Imagine isso sendo dito a uma criança de 8 anos. Elas costumam mentir para os pais durante um tempo, com medo de que algo aconteça. Quando os pais descobrem, o estrago muitas vezes já está feito", diz Cristina.

Deixamos esse alerta a todos, pois a segurança dos nossos filhos é nossa maior responsabilidade e não podemos contribuir para que tais atitudes monstruosas continuem. E não se esqueça, a polícia possui delegacias especializadas em crimes virtuais - não tenha medo ou vergonha de denunciar criminosos - você estará evitando que outros pais sofram o mesmo. Confira nesse link o contato de delegacias de crimes virtuais de vários estados.

Fontes: naoacredito.com.br; epoca.globo.com; br.guiainfantil.com
HORROR! ELA NÃO OUVIU O ALERTA DA POLÍCIA E QUANDO SE DEU CONTA DO QUE FEZ COM A FILHA, JÁ ERA TARDE DEMAIS HORROR! ELA NÃO OUVIU O ALERTA DA POLÍCIA E QUANDO SE DEU CONTA DO QUE FEZ COM A FILHA, JÁ ERA TARDE DEMAIS Reviewed by Túnel Nerd on 07:13 Rating: 5

Gosta de testes?

http://picasion.com/