VEJA A REAÇÃO DELA AO SABER QUE SEU FILHO COM SÍNDROME DE DOWN NÃO FOI CONVIDADO PARA UM ANIVERSÁRIO


Mais uma triste história de preconceito - que ela sirva de lição para todos nós!

"Ter síndrome de Down não significa que você não quer ter amigos". Essa frase é parte de uma carta aberta publicada no Facebook por uma mãe após seu filho ser excluído da festa de aniversário de um colega de classe, por conta do Down. No texto emocionado, a canadense Jennifer Kiss-Engele pede que os pais não discriminem outras crianças por conta de suas eventuais deficiências.








Na publicação, Jennifer revela que toda a turma, exceto seu filho, Sawyer, foi convidada para celebrar o aniversário de um aluno, e questiona a postura dos pais da criança, a quem endereça a carta. Confira na íntegra todo conteúdo da carta:

"Essa é uma carta aberta aos pais que acharam 'ok' convidar toda a classe para o aniversário de seu filho, exceto meu filho... Estou compartilhando isso porque penso que é uma lição valiosa para todos e estou tentando educar e defender mais.

Olá,
Sei que não nos conhecemos bem, mas o meu filho Sawyer e seu filho estão na mesma classe. Eu entendo que seu filho recentemente entregou convites para seu aniversário para toda a classe, a não ser Sawyer. que não foi convidado. Eu também entendo que este não foi um descuido da sua parte, que isso foi uma decisão intencional de não incluir meu filho.

Eu quero que você saiba que não temos uma expectativa de sermos convidados para todas as festas de aniversário. Na verdade, quando Sawyer comemorou seu aniversário no ano passado, nós só convidamos alguns amigos próximos, pois queríamos uma festa pequena, uma vez que foi durante as férias de Natal. Mas, no seu caso, esta não é a mesma razão. Na verdade, você convidou as outras 22 crianças da classe, exceto meu filho. Eu sei que não é porque ele é mau, você não conseguiria encontrar uma criança mais feliz que ele. Eu sei que não é porque ele não é divertido, porque ele tem um grande senso de humor e uma risada contagiante. Eu sei que não é porque ele e seu filho não se dão bem, ele já falou o nome de seu filho várias vezes pra nós. A única razão pela qual você decidiu que estava tudo bem em não convidar meu filho foi porque ele tem Síndrome de Down.

Lamento que você não esteja informado, ou com medo, ou incerto sobre o que significa ter Síndrome de Down. Eu sei que se você soubesse mais sobre ela, não teria tomado essa decisão. Não estou brava com você. Pelo contrário, eu acho que essa é uma oportunidade para você conhecer meu filho melhor. Sabe, ter Síndrome de Down não significa que você não quer ter amigos. Não significa que você não tem sentimentos. Não significa que você não gosta de ir em festas de aniversários. Pessoas com Síndrome de Down querem as mesmas coisas que você e eu queremos. Elas querem ter relacionamentos íntimos, querem sentir amor, querem contribuir, querem ter uma vida significativa, querem ir para festas de aniversários. Pode ser mais difícil entender meu filho, às vezes. Mas o riso e o amor que são compartilhados não precisam de interpretação.

Eu quero que você saiba que eu também era como você. Eu também tinha medos, incertezas e não saiba nada sobre a Síndrome de Down antes de ter meu filho. Eu fiquei muito preocupada que meus outros filhos não seriam capazes de se conectarem a ele, da mesma forma como outros irmãos fazem. Mas eu estava errada. Na verdade, meus filhos são mais próximos a ele do que a maioria dos irmãos são. Ter um irmão com Síndrome de Down ajudou a moldá-los como indivíduos compassivos, que sabem que não tem problema você ser um pouco diferente dos outros. Eles não têm medo de ajudar quando vêem que alguém precisa de ajuda. Eles não têm medo de abordar alguém que eles podem não compreender totalmente. Em troca, eles receberam muito amor e alegria em saber que o irmão é o melhor amigo deles.

Talvez você esteja lutando com as palavras para dizer ao seu filho o porque dele não querer meu filho em sua festa de aniversário. Talvez você deixe seu filho decidir que está tudo bem. Sei que pode ser difícil ensinar nossos filhos sobre algo que às vezes nem nós entendemos. Eu luto com isso também. Mas está é uma grande oportunidade para deixar uma lição de vida ao seu filho. Eles vão se lembrar para sempre daquilo que os pais deles disseram sobre como não há problemas em deixar alguém de fora por causa da sua deficiência, raça ou sexo. Eu sei que você quer as mesmas coisas para seu filho que eu quero para o meu. Como pais, queremos que nossos filhos sejam apreciados, tenham amigos, e não sejam deixados para trás. E como fazemos isso é através da criação de exemplos nossos, e encorajando-os a fazer escolhas que eles podem não ter idade suficiente para compreender plenamente. Mas eles vão olhar para trás um dia, buscando a compreensão e conhecimento tem compartilhado com eles. Estou certa de que, com um pouco de incentivo, uma criança pode desenvolver uma verdadeira amizade com meu filho, e isso deixará uma impressão permanente e positiva neles para o resto da vida.

Somente quando isso aconteceu que eu percebi que Sawyer não foi convidado para a festa de aniversário de quase ninguém no ano passado. As crianças estão chegando naquela idade em que elas, muitas vezes, somente convidam as crianças que elas querem, e ele não está no meio. Outros pais que eu conheço que têm filhos com Síndrome de Down, começam o ano letivo ensinando para a classe como entender seus filhos, mas eu não fiz isso. Ele sempre tem sido apenas o Sawyer para mim, e eu não senti a necessidade de falar sobre Síndrome de Down à classe dele, até esse momento. Percebo agora que eu o magoei. Eu deixei um ano se passar, onde eu poderia ter feito mais para educar não só a turma, mas as famílias também. Talvez não estaríamos passando por isso agora. Sei que é minha obrigação como mãe, ensinar a outras pessoas mais sobre o que significa ter Síndrome de Down, e como eles são mais parecidos com você do que diferentes. Agora eu sei o quanto importante é falar sobre isso e estou comprometida a fazer um trabalho melhor por ele.

Por favor, saibam que estou aqui para conversar, se vocês quiserem. Eu posso ser uma mamãe ursa, mas eu não sou uma pessoa assustadora. Reconheço que todos nós cometemos erros e no final, ambas as partes poderiam ter agido melhor.
Obrigada.
Jennifer (Mãe do Sawyer)"


Que isso sirva de lição de vida para nós - eu espero, de verdade, que aprendamos a respeitar mais as pessoas, independente de raça, sexo, religião ou deficiências.

Fonte: www.oglobo.globo.com; www.facebook.com; www.mirror.co.uk
VEJA A REAÇÃO DELA AO SABER QUE SEU FILHO COM SÍNDROME DE DOWN NÃO FOI CONVIDADO PARA UM ANIVERSÁRIO VEJA A REAÇÃO DELA AO SABER QUE SEU FILHO COM SÍNDROME DE DOWN NÃO FOI CONVIDADO PARA UM ANIVERSÁRIO Reviewed by Túnel Nerd on 11:35 Rating: 5

Gosta de testes?

http://picasion.com/