5 COISAS PERTURBADORAS QUE O CORPO HUMANO PODE FAZER ESPONTANEAMENTE









Sem que a gente saiba e sem culpa nenhuma, nosso corpo às vezes pode agir de maneiras um tanto bizarras, como por exemplo aqueles choque que nós tomamos do nada ou simplesmente um frio na barriga. Outro exemplo de coisas que acontecem conosco sem que a gente saiba o porque são os malditos soluços.

Bom, é claro que todas essas cosias tem explicação, mas algumas bizarrices do nosso corpo realmente não podem ser explicadas. Já pensou que o nosso dedo mindinho do pé pode começar a se “auto-amputar” do nada? Essas coisas acontecem, e pensando nisso nós trouxemos essa matéria para você. Descubra 5 coisas perturbadoras que o corpo humano pode fazer espontaneamente:

1. Cair o dedinho do pé


Vocês já ouviram falar em auto-amputação? Provavelmente não! Isso significa que um membro do corpo, normalmente um dedo, decidi se amputar lentamente. Essa doença é conhecida como dactylolysis spontanea, e tudo começa quando uma camada de tecido duro se forma ao redor da base do dedo mindinho. Normalmente, ela se forma em ambos os dedos mindinhos, e essas faixas de tecido se tornam cada vez menores e mais apertadas, fazendo o dedo do pé inchar. O dedo do pé dói, mas não á nada de errado com o resto do corpo.

Essa camada vai ficando cada vez mais estreita e apertada, contraindo e quebrando os ossos do dedo e do pé. O dedo acaba ficando pendurado por um pedículo, um pouco de tecido e osso, e por fim ele simplesmente cai. O processo pode durar anos, não há tratamento além de cortar o dedo para evitar dor e sofrimento. Até hoje nenhum médico sabe a causa real disso.

2. "Esquecer" de respirar


Síndrome de Ondine, também conhecida como Maldição de Ondina ou Hipoventilação alveolar primária. Essa é uma doença na qual o sujeito possui um funcionamento inadequado nos movimentos respiratórios, principalmente ao dormir. A pessoa ao possuir essa síndrome perde o controle da sua respiração e até mesmo se esquece de respirar, podendo morrer sufocado. Essa doença foi descoberta há apenas 30 anos. Em 2006, haviam aproximadamente 200 casos dessa síndrome e hoje estima-se que existem 300 casos conhecidos no mundo.

Nos casos mais leves da síndrome, o indivíduo vive normalmente, usando uma máscara a noite, porém ele se sente cansado e sonolento durante o dia, podendo sentir dores de cabeça e algum outro desconforto. Já nos casos graves, a pessoa pode apresentar uma evolução da doença podendo morrer quando dorme, porém o diagnóstico costuma ser mais aparente quando a pessoa ainda é bebê e muitas vezes vem a falecer sem causa visível.

3. Ouvir seus próprios órgãos internos


Vocês acreditam que uma pessoa pode escutar os movimentos dos próprios olhos? Stephen Mabbutt, de 57 anos, de Charlton, no condado de Oxfordshire, Inglaterra, também ouvia os batimentos cardíacos do seu coração e tinha cada vez mais dificuldades em ouvir o mundo ao seu redor. O otorrinolaringologista Richard Irving fez o diagnóstico da Síndrome de Deiscência de Canal Semicircular Superior (SDCSS), uma condição rara, descrita pela primeira vez na literatura médica em 1998.

A síndrome consiste na quebra da camada de osso que reveste o canal semicircular superior, localizado no ouvido interno. A quebra forma uma deiscência, ou seja, um pequeno furo. A solução para o problema é uma cirurgia, que pode ser realizada com diversos materiais, como fragmentos do osso do crânio, cera óssea, pó de osso e até mesmo músculo.

O problema provoca sintomas que pioram muito a qualidade de vida de quem possui a síndrome. Alguns casos ocorre a perda auditiva, tontura constante e perda do equilíbrio, causados principalmente por causa das mudanças de pressão na cabeça. Quem tem a síndrome também tem intolerância aos sons externos, caracterizando um tipo de hiperacusia (hipersensibilidade auditiva), além de uma oscilação anormal do globo ocular, chamada de nistagmo.

4. Doença do Osso Fantasma


Síndrome de Gorham ou Doença do Osso Fantasma, é uma doença rara que se caracteriza pela perda de massa óssea, muitas vezes associada com inchaço ou crescimento anormal dos vasos sanguíneas. A perda óssea pode ocorrer em apenas um osso ou se espalhar para tecidos moles e ossos adjacentes.

Esta doença pode afetar qualquer parte do esqueleto, mas geralmente envolve o crânio, ombros e cintura pélvica.  O grau de complicações varia, sendo as mais graves, o quilotórax, derrame pleural, derrame pericárdico, ou lesão neurológica, quando atingido o crânio ou a coluna. Permanece silenciosa até ocorrer fraturas ou deformações articulares e surge em qualquer idade.

5. Dor insuportável que vai se espalhando pelo corpo


A síndrome de dor regional complexa (SDRC) consistem em uma condição altamente dolorosa e incapacitante, desenvolvida depois de uma lesão traumática de variadas extensões. Esta síndrome pode acometer indivíduos de todas as idades, mas, comumente, é diagnosticada após os 40 anos de idade. Embora afete ambos os sexos, apresenta-se na proporção de 3:1 (mulher:homem). Casos notificados em adultos e adolescentes têm aumentado.

As manifestações clínicas apresentadas por esta patologia costumam surgir próximos ao local da lesão. Os sintomas mais frequentes são a sensação de dor persistente e intensa, espasmos musculares, inchaço local, intensa sudorese, alterações na temperatura da pele (que varia de fria a quente) e cor (vermelho intenso a um violeta avermelhado), enfraquecimento dos ossos, sensibilidade ou rigidez articular e/ou restrição de movimentos devido à dor. Tanto estresse emocional quanto físico pode agravar a dor causada pela SDRC. Muitas vezes movimentar ou tocar no membro acometido gera uma dor insuportável.

Fonte: www.fatosdesconhecidos.com.br
5 COISAS PERTURBADORAS QUE O CORPO HUMANO PODE FAZER ESPONTANEAMENTE 5 COISAS PERTURBADORAS QUE O CORPO HUMANO PODE FAZER ESPONTANEAMENTE Reviewed by Túnel Nerd on 8/30/2016 06:07:00 PM Rating: 5

Gosta de testes?

http://picasion.com/