VOCÊ TEM ESSES PONTINHOS BRANCOS QUE ALGUMAS PESSOAS TEM NO ROSTO?


Esses pontinhos pequenos brancos que aparecem na nossa pele não é nem cravo e nem espinha, na verdade o nome dessa coisa que incomoda muitas pessoas é milium. O milium é um pequeno cisto epidérmico que está localizado na região superficial da pele. Seu conteúdo não é sebo, mas sim queratina, a substância que forma a camada mais superficial da pele.








O milium se manifesta como lesões pequenas que podem ser amareladas ou esbranquiçadas, localizadas frequentemente no rosto: ao redor dos olhos principalmente, apesar de que podem aparecer em qualquer lugar. É muito comum em recém-nascidos, mas podem aparecer em qualquer pessoa, principalmente quando a pele está em processo de cicatrização.

O milium se manifesta sob duas formas clínicas, o milium primário e o milium secundário. O primário ocorre geralmente, como já citamos, nos recém-nascidos na região facial, principalmente no nariz. Ocorre em aproximadamente 50% dos recém-nascidos, mas que desaparecem em alguns dias.


Já o milium secundário pode ser encontrado em qualquer parte do corpo, também após traumas e em muitas doenças de pele, incluindo penfigóide bolhoso, epidermólise bolhosa, líquen plano bolhoso, a porfiria cutânea tarda e queimadura.

O que causa o milium?


O milium se resulta da proliferação de células da epiderme dentro do derme, o que pode ser devido a uma tendência genética ou ao processo de cicatrização local. Por isso, eles podem aparecer em cicatrizes, após os tratamentos de dermoabrasão ou mesmo em tratamentos que usam laser. Eles podem ser únicos ou múltiplos, aparecendo em diversas regiões da pele. São lesões totalmente benignas, mas algumas podem crescer bastante.

Como remover o milium?

Para extrair esses “minicistos” é necessária uma limpeza de pele mais profunda. E para que essa limpeza de pele seja segura e eficiente, ela precisa ser realizada com a ajuda de um profissional especializado. Existem algumas técnicas e equipamentos que facilitam a extração de miliuns, que podem ganhar a aparência amarelada com o passar do tempo. Por exemplo, as clínicas de estética usam, logo após a esfoliação, vapor de ozônio para ajudar a abrir os poros e deixar a pele mais emoliente.

Assim, além da drenagem, o uso de cremes esfoliantes, peeling de diamante, de cristal ou químico, aplicação de retinóico e até o uso de uma microagulha pode ser necessária na extração de miliuns, caso seja preciso romper a pele que cobre o cisto para drenar seu conteúdo.


Após a extração do milium, pode ser usado um aparelho de alta frequência que auxilia a pele a cicatrizar a relaxar. E ainda é aplicada uma máscara, geralmente calmante, de acordo com o tipo de pele, durante cerca de 10 a 20 minutos, para ajudar a diminuir a vermelhidão e a acalmar a pele. É muito importante, no entanto, que o tratamento seja feito pelo dermatologista, com todo cuidado, e nunca pelo paciente, pois pode machucar a pele, deixa-la marcada e até predispor-se a infecções.

O tratamento é opcional, puramente estético, uma vez que se trata de uma lesão benigna, embora possa crescer um pouco com o tempo. De qualquer forma, não costuma ultrapassar poucos milímetros de diâmetro.

E aí, você já teve milium? Sabiam ao menos o que são essas manchinhas brancas? Comente!

Fonte: www.fatosdesconhecidos.com.br
VOCÊ TEM ESSES PONTINHOS BRANCOS QUE ALGUMAS PESSOAS TEM NO ROSTO? VOCÊ TEM ESSES PONTINHOS BRANCOS QUE ALGUMAS PESSOAS TEM NO ROSTO? Reviewed by Túnel Nerd on 8/25/2016 12:57:00 PM Rating: 5

Gosta de testes?

http://picasion.com/