7 TEORIAS BIZARRAS DE FÃS SOBRE FILMES FAMOSOS


Uma história consegue ser mais surreal do que a outra.

1. Grease - Nos Tempos da Brilhantina

Há quem acredite piamente que toda a história de ‘Grease: Nos Tempos da Brilhantina’ (1978) seja um delírio da personagem Sandy (Olivia Newton-John), que estaria em coma e, por isso, sonhava toda a história de amor com Danny (John Travolta), antes de morrer. Os criadores refutaram a teoria, mas ela é só uma das muitas que circulam filmes famosos da cultura pop.

2. Titanic


O caso de amor entre Rose (Kate Winslet) e Jack (Leonardo DiCaprio) em 'Titanic’ (1997) seria apenas fruto da imaginação da garota, uma forma dela escapar dos abusos psicológicos de seu noivo (Billy Zane). A frase que a personagem diz, já velhinha, “Jack existe só na minha memória”, confirmaria a teoria.

3. Curtindo a Vida Adoidado


Quem também não existe, na versão de alguns fãs, é Ferris Bueller (Matthew Broderick), de 'Curtindo a Vida Adoidado’ (1986). Ferris seria apenas o alterego de Cameron (Alan Ruck), que cria o personagem para fazer tudo que ele sempre teve vontade, mas nunca pode, mais ou menos como acontece no filme 'Clube da Luta’ (1999).

4. Caça-Fantasmas


Para alguns fãs, os heróis de 'Caça-Fantasmas’ (1984) morreram ao cruzarem os raios de suas protons packs e derrotarem Gozer, já que o próprio Dr. Spengler (Harold Ramis) afirma que, ao cruzarem os raios, “cada molécula do corpo explodiria na velocidade da luz”. O segundo filme, portanto, seria uma passagem dos personagens pelo purgatório. Por isso ninguém em Nova York parece lembrar do que eles fizeram anteriormente.

5. A Fantástica Fábrica de Chocolate


O que acontece com as crianças que simplesmente somem na versão original de 'A Fantástica Fábrica de Chocolate’ (1971)? Enquanto Charlie (Peter Ostrum) sai da visita todo feliz, os outros foram transformados em ingredientes para os doces feitos por Willy Wonka (Gene Wilder), oras. Pelo menos é nisso em que parte do público acredita.

6. De Volta para o Futuro


Existe também a teoria de que o Dr. Brown (Christopher Lloyd), o cientista boa-praça de 'De Volta Para o Futuro’ (1985), sofreria de tendências suicidas. Afinal, ele estava sendo perseguido, quase não tinha amigos e, segundo o próprio, todas as suas invenções haviam sido um fracasso. Prova disso seria que, num dos testes do DeLorean, ele coloca o carro em sua própria direção, o que poderia acabar com sua vida caso a experiência não desse certo.

7. James Bond


Esta teoria até que faz sentido: James Bond não é o nome do agente 007, mas sim um pseudônimo. Isso explicaria porque diferentes atores fizeram o papel em diferentes décadas, e ainda abriria caminho para que artistas de outras etnias entrassem na pele do personagem, sem que isso seja um problema para os fãs mais tradicionalistas.

Fonte: br.vida-estilo.yahoo.com