Já ouviu falar do "Cuckold"? Conheça o homem que gosta de ver sua mulher com outro

Não se trata do corno tradicional, arrasado depois de flagrar a mulher com outro na cama. Ele PEDE que ela faça isso. 





Segundo uma pesquisa da empresa "Sexlog", a maior rede social para adultos no Brasil, a fantasia adulta mais procurada pelos usuários do Sul e Sudeste foi Cuckold.

Ã?

Pode chamar de CORNO que eles gostam – e gozam. Aliás, foram os adeptos da prática que traduziram desse jeito o termo inglês Cuckold. Ou “maridos de adúlteras”. É literalmente o fetiche em imaginar, saber ou ver a própria mulher transando com outro homem. Uma espécie de ménage a trois? Marromeno porque o Cuckold nem sempre tem interesse em participar.





Publicidade



Como?

Por exemplo, a mulher sai pra encontrar outro cara e conta detalhes da transa quando chega em casa – em alguns casos, vale até gravar a traição para assistirem juntos. Tudo depende do acordo entre o casal. Pode ser que ela leve o amante pra transar no quarto enquanto o marido fica atrás da porta ou no quarto ao lado apenas ouvindo. Pode ser que o tesão do Corno seja só ficar observando ou entrar no meio da brincadeira de vez em quando.

Por que?

Vixe, existem várias suposições. Alguns homens têm prazer quando são humilhados e colocados em posição de submissão. Outros, veja que ironia, têm medo da traição… então preferem que ela aconteça numa situação em que estão, de alguma forma, no controle. Há aqueles que se gabam de “ter” (namorar ou ser casado com) uma mulher objeto de desejo de desconhecidos. E, ainda, os Cornos que ficam excitados ao assistir suas amadas realizando novas fantasias, como o exibicionismo.

Com quem?

Em geral, não é o tipo de coisa que se comente no bar com amigos: “Ei, quer comer minha mulher? ”. Esses casais costumam frequentar casas de swing, onde podem conhecer solteiros e casais com a cabeça mais aberta e, quem sabe, o mesmo fetiche. Redes sociais pra adultos, como a Sexlog, também fazem essa ponte.

*Nathalia Ziemkiewicz, autora desta coluna, é jornalista pós-graduada em educação adulta e idealizadora do blog Pimentaria.



Fonte: Yahoo!


Publicidade