Mãe conta que transou enquanto amamentava seu bebè

Tasha Maile, uma “mãe espiritual” vegana, causou uma enorme polêmica depois que postou um vídeo contando que teve relações enquanto amamentava seu bebê; o vídeo viralizou




Uma youtuber que literalmente quebrou a Internet após admitir ter amamentado seu bebê durante a relaçäo, explicou por que fez isso.


Publicidade



Agora que, de certa forma, a poeira baixou, a mãe de três filhos decidiu tentar esclarecer o ocorrido por meio de um texto publicado no site Romper, onde explica por que fez amor enquanto amamentava.

Na publicação intitulada “Sou a Mãe que Amamentou Durante a transa & Você Entendeu Errado”, ela falou sobre as críticas que enfrentou desde que postou o vídeo, e explicou os motivos por trás de suas ações.

“Fiz esse vídeo falando da amamentação durante o a transa há algum tempo,” escreveu ela. “Em muitos dos meus vídeos, frequentemente respondo a perguntas que recebo, e minhas seguidoras haviam feito aquela pergunta de várias formas diferentes. Elas queriam saber se eu já tinha feito isso, e algumas delas, que já tiveram esta experiência, queriam saber se havia algum problema”.

Ela continuou dizendo que só teve relações sexuais enquanto amamentava uma única vez.

“Foi três meses após o nascimento do meu primeiro filho. Foi a primeira vez em que [meu ex e eu] nos relacionamos intimamente, desde o parto, porque o bebê literalmente ficava grudado em mim 24 horas por dia,” disse ela.

“O bebê estava dormindo no meu peito, e se eu me mexesse ou tirasse o mamilo da sua boca, ele acordaria. Se eu o deitasse em algum lugar, ele balançaria os braços e gritaria incessantemente, como se eu estivesse tentando matá-lo”.


Uma publicação compartilhada por SpiritualTashaMama (@spiritualtashamama) em



Ela escreveu que seu primeiro filho – que, segundo ela, teve um nascimento traumático – só ficava feliz quando estava preso ao seu seio.

Quando ela e o então marido tiveram relações sexuais pela primeira vez, o bebê estava dormindo no peito (mas não mamando), enquanto os dois fizeram amor delicadamente, com o marido por trás.

“Foi uma daquelas coisas que simplesmente aconteceram e funcionou. Mas não havia nenhuma energia sexual em direção ao bebê, que estava dormindo,” disse ela.

A youtuber também falou sobre algumas das críticas que recebeu desde que publicou o vídeo. Uma das maiores questões para algumas pessoas, foi a ideia de que ela estava sexualizando o ato de amamentar, algo que a mãe nega veementemente.

“Eu não gostei de amamentar durante o ato,” ela admite. “Eu não tenho sensação nos meus mamilos desde que tinha 18 anos, então não houve estimulação nenhuma com as sugadas do bebê”.

“Eu nem sabia que amamentar poderia ser algo prazeroso, mas sei que para algumas mulheres, é, da mesma forma que comer uma manga deliciosa é prazeroso,” continuou. “Eu acho que muitas mulheres têm vergonha de admitir que amamentar pode ser prazeroso, mas enquanto suas intenções forem positivas, não há problema”.

Maile também falou sobre o tema polêmico de ter relações sexuais enquanto o bebê está no mesmo cômodo, algo que ela considera ok.

“Eu já fiz amor com as crianças no quarto uma vez. Sou completamente solteira, mas já aconteceu com meu ex-parceiro, porque eu divido o quarto com a minha família. Para mim, é algo que funciona,” escreveu ela. “… é como se a criança nem estivesse lá. Você não está pensando no seu filho, e ele não está envolvido no ato”.



Soul almost 3, and still strong on breastfeeding 🙌🏽 #breastfeedingisbeautiful #breastfeedingtoddler #humanbodiesexpectbreastmilkuntil7 Did you know a child's immune system is immature until 6 or so years old. And the human body expects milk until at least 7. When did drinking milk from a cow become a thing? Not only that but adults still breastfeeding from a cow?? And did you ever see a label that says " hormone free" what an oxymoron... milk IS hormonal fluid... 😳 I know the only hormonal fluid I consciously want is that of my mothers. And that ship has sailed long ago. As for my Little's, doing the best I can to keep them healthy, wealthy and wise. The touch, smell, skin to skin, love, nutrition, bond with a mother is no joke. Nature has us perfectly designed, it's the interventions and interference that puts things out of alignment. #followyourheart it's the only real voice you will ever truly have <3
Uma publicação compartilhada por SpiritualTashaMama (@spiritualtashamama) em


Apesar de toda a controvérsia, Maile admite que sua opinião sobre ter relações sexuais e amamentar ao mesmo tempo, não mudou.

“Eu ainda sou a favor de amamentar durante o ato,” ela disse. “Eu acho que se a intenção é fazer amor com o seu parceiro, e você precisa cuidar do bebê durante ou no meio do ato, não há problema”.

“Eles dizem que é normal ter relações sexuais quando você está grávida, ou até mesmo durante o trabalho de parto, mas quando o bebê realmente está lá, não é mais,” continua. “Eu não tenho problemas com o fato de o bebê estar no quarto enquanto nós fazemos amor. Se o bebê não está envolvido diretamente, acho que é ótimo. Estas vibrações positivas de amor – é maravilhoso que a criança esteja cercada por elas”.

Não dá dúvidas de que os críticos de plantão da Internet estão afiando as garras para o segundo round.





Fonte: Yahoo! Marie Claire Dorking



Publicidade