10 astros que receberam mixarias por papeis famosos

Brad Pitt no filme Thelma & Louise. Esse foi o papel que fez Hollywood notar o galã, mas receber só US$6 mil pela participação é chocante mesmo assim.

Os 10 astros e estrelas a seguir aceitaram salários baixíssimos  (para o padrão cinematográfico, é claro) a fim de estrelar em títulos cult ou que eram projetos pessoais




Hollywood é conhecida por seus salários milionários, especialmente para atores que se tornam reconhecidos e amados pelo público – mas nem sempre essa é a história das produções na terra do cinema.


Publicidade



Confira




CHRIS EVANS, Capitão América: O Primeiro Vingador | Naquele que se tornaria o papel definidor de sua carreira, Evans recebeu apenas US$300 mil.




JAMIE DORNAN, 50 Tons de Cinza | Ao menos para o primeiro filme da saga, o britânico embolsou só US$250 mil por seu trabalho como Christian Grey.





SEAN ASTIN, O Senhor dos Anéis | Mesmo que muitos o considerem o grande herói do filme, o hobbit Sam só levou US$300 mil pelo trabalho na trilogia.





MATTHEW MCCONAIUGHEY, Clube de Compras Dallas | A fim de se reinventar como ator dramático após anos de comédias românticas, Matthew aceitou um salário de US$200 mil pelo papel que lhe renderia o Oscar.




JONAH HILL, O Lobo de Wall Street | Jonah tinha um sonho: trabalhar com Martin Scorsese. Para conseguir realizá-lo, aceitou o salário baixo de US$60 mil.




LINDSAY LOHAN, Vale do Pecado | A atriz queria uma chance de mostrar seu talento de verdade após anos sumida e envolvida em escândalos. Por isso, foi paga apenas US$2.300 para o papel nesse estrondoso fracasso.




RYAN GOSLING, Half Nelson | Ele já era o astro de Diário de uma Paixão quando aceitou o papel nesse filme independente, com um salário de US$1.000 por semana. O resultado foi uma indicação ao Oscar.




BRAD PITT, Thelma & Louise | É verdade que esse foi o papel que fez Hollywood notar o galã, mas receber só US$6 mil pela participação é chocante mesmo assim.




OPRAH WINFREY, A Cor Púrpura | A apresentadora não precisa de mais dinheiro, sejamos sinceros. Por isso, quando se apaixonou pelo papel nesse filme de Steven Spielberg, aceitou trabalhar por "apenas" US$35 mil.




JIM CARREY, Sim Senhor | O comediante não quis um centavo para atuar nesse filme de 2008 - ao invés disso, negociou com o estúdio uma participação nos lucros (que foram gordos, visto que a bilheteria foi ótima).



Fonte: Observatório do Cinema 


Publicidade